Rumo a prosperidade.

Eu gostaria de mais prosperidade. Se eu tiver dinheiro em abundância, vou usá-lo com mais sabedoria para me beneficiar e a outros. Eu sou uma boa pessoa e mereço o sucesso financeiro. Eu posso fazer isso acontecer. Eu posso continuar a aprender enquanto eu prossigo. Se eu tentar algo e não funcionar, eu posso aprender com isso e continuar a fazer melhor. Eu vou aproveitar os desafios do dia a dia enquanto me esforço para alcançar a minha meta.”

Eu não gostaria de mais prosperidade. Eu quero mais prosperidade no meu novo ciclo de vida!

O que é usar o dinheiro com mais sabedoria?

O que é sucesso financeiro? Quais suas consequências?


Publicado em Uncategorized | Deixe um comentário

Neurolinguistica é a chave.

A realidade é resultado da interpretação que fazemos dos estimulos que recebemos via nossos órgãos dos sentidos: olhos (visual), ouvidos (audição), pele (tato), nariz (cheiro), boca (paladar).

A interpretação dada pelo cérebro a um determinado estímulo, ou a um conjunto destes, leva em consideração o conjunto de crenças do indivíduo acumuladas ao longo de sua experiência de vida. Dizem os cientistas que essas crenças são fortemente influenciadas pelas emoções e sentimentos despertados do nascimento até os 7 anos de vida. Dessa idade para a frente, as crenças passam a ser influenciadas pela educação, familiar e escolar, mas a base continua a ser os sentimentos da 1a infância.

A criança é muito vulnerável no que tange a compreender e lidar com os sentimentos. O poeta disse certa vez: “somos responsáveis por nossas ações, mas não o somos por nossos sentimentos.”

Podemos afirmar então que a REALIDADE é uma  coisa subjetiva. Se a REALIDADE te incomoda, te prejudica, te atormenta, mude-a! Como?

Mude a sua interpretação dos estimulos que recebeu, afinal, você não é mais criança.

Neurolinguistica é a linguagem gramatical dos neurônios. Aprenda a ler seu cérebro e aprenderá a ver outras realidades mais proveitosas para sua SAÚDE.

O que percebemos e transformamos em realidade é fruto da nossa IMAGINAÇÃO. Pense nisso. ><))))°>

&P.S.: Na era atual, século XXI, era dos relacionamentos virtuais, temos que lidar com a “interpretação das mensagens escritas”, onde o lado de lá recebe apenas o estimulo visual das palavras. A turma da 3a idade, lê as “entrelinhas”, ai já viu né. Mensagens de WhatsApp, Skype, Facebook, etc, são campos minados, verdadeiras armadilhas para destruir relacionamentos. Particularmente, não abro mão do “palavratorio”(sic).

Publicado em FiloSorfando | Deixe um comentário

Tucunareanismo, a filosofia do Xingu

ORDEM e PROGRESSO

Um conceito a se desenvolver:

ALTRUISMO

“segundo o pensamento de August Comte, 1798-1857, é a tendência ou inclinação de natureza instintiva que incita o ser humano à preocupação com o outro e que, não obstante sua atuação espontânea, deve ser aprimorada pela educação positivista, evitando-se assim a ação antagônica dos instintos naturais do egoísmo.”

Ou seja, até as atitudes altruistas, se exageradas, podem gerar uma resposta inesperada do beneficiário, quem pode interpretar a atitude filantropica assistencialista como um “investimento” por parte do agente altruista. Sem ORDEM, NÃO HÁ PROGRESSO!

Pense nisso e desenvolva o raciocinio sistêmico.

Publicado em Uncategorized | Deixe um comentário

Do fundo do baú

Enquanto isso, numa noite estrelada na beira do fim de mundo, enquanto nadava junto aos meus amigos tucunarés, nas águas do reservatório do rio Xingu, encontro o baú das horas dançantes dos anos 70:

Publicado em Uncategorized | Deixe um comentário

Ressignifiquei, sempre!

Crepúsculo vespertino de domingo, dia do Trabalhador, na beira do fim do mundo. Lendo alguns artigos do Site oficial da PNL no Brasil, http://golfinho.com.br, deparei com um conteúdo super interessante que me chamou atenção pelo fato de que sempre apliquei o método intuitivamente: “Se ganhei um limão, faço uma limonada. Adoçada!

Aplicar a “arte de escolher o que tem a maior importância em qualquer situação” é transformar-se num “ser resiliente” diante das adversidades e obstáculos que encontramos ao longo dessa jornada no planeta.

Fiquei tão satisfeito com o artigo, que resolvi compartilhar na integra com quem por acaso passar por aqui e, também, para tê-lo em meus alfarrábios do Blog. Aproveitem sem moderação:

AUTOR: Reg Connolly      DATA DA PUBLICAÇÃO: 20/07/2011

A vida era dura quando eu era jovem. Felizmente! Porque isso me ensinou uma lição que mudou minha vida e que eu tenho usado continuamente desde então.

Eu aprendi que você pode decidir como será afetado pelos eventos. Que você não tem que ser vítima das circunstâncias! Que você pode escolher dar mais atenção a um aspecto da situação do que a outro.

Eu aprendi acidentalmente a arte da Ressignificação!

‘Quando a vida lhe dá um limão – faça uma limonada’

Por causa do trabalho do meu pai, nós tínhamos que nos mudar de uma cidade para outra a cada 2 ou 3 anos. Aí eu passava muito tempo sendo o garoto novo da classe, sem nenhum amigo e com um sotaque engraçado. Então, quando eu começava a fazer novas amizades, nós tínhamos que nos mudar para outra cidade.

Em algum momento entre 7 e 10 anos, eu aprendi que podia me concentrar nas coisas que eu gostava sobre ser ‘diferente’ das outras crianças na escola. E que podia me concentrar no que era bom em mudar para uma nova cidade. E que eu podia aguardar ansiosamente o novo e o desconhecido ao invés de lamentar a perda do familiar.

Isto é ressignificação! É a arte de escolher o que tem a maior importância em qualquer situação.

Como ressignificar

Na ressignificação você escolhe o que um evento significa para você. Quando as coisas saem erradas, você procura pelo que é bom na situação e dá a isso a maior atenção. Você procura ver como usar a situação em vez de ser uma vítima dela! É simples assim.

Alguns exemplos:

1. Você está preso num engarrafamento e vai se atrasar para um compromisso. Como você pode usar a situação ao invés de irritar-se e se aborrecer? Relaxe e ouça o rádio. Planeje como irá recuperar o tempo perdido ao longo do dia. Ensaie mentalmente para um evento futuro. Desfrute da ociosidade forçada estudando os maneirismos dos outros motoristas, olhando de fato em volta, ou olhando as nuvens no céu.

2. O seu melhor amigo ia sair de férias junto com você e, no final, decidiu não ir. Que tal surpreender outro amigo, convidando-o para ir com você. Ou decidir que ir sozinho é a oportunidade de transformar suas férias numa aventura. Ou usá-la como uma oportunidade de desenvolver o seu mais importante relacionamento – a sua relação com você mesmo.

3. Você planejou passar o dia no campo e está chovendo. Como você pode usar a situação em vez de se lamentar que a natureza ou Deus nunca lhe dá uma folga? Procure coisas para fazer em casa para as quais você normalmente não teria tempo. Como relaxar, fazer alguns consertos, telefonar para os amigos que você não vê há muito tempo – ou por o sono em dia.

4. Um relacionamento muito pessoal terminou. Você poderia sentir pena de você mesmo ou ficar zangado com a outra pessoa. Ou pode decidir usar o tempo até começar um próximo relacionamento, como uma oportunidade para um começo completamente novo – usando a liberdade para uma remodelação pessoal. Fique saudável. Perca peso. Dedique-se a um esporte e/ou a um hobby. Dê uma atenção extra a sua carreira.

Isso não é negação?

De jeito nenhum. Você não está negando nada. Em vez disso, você admite plenamente que “sim, eu preferia que as coisas não tivessem mudado. Ou que tivessem se encaixado nos meus planos.” Mas você também reconhece que esta não é a realidade que você enfrenta atualmente. E que você tem uma escolha de como reagir a esta realidade. “Sim, eu posso escolher me sentir irritado ou sentir pena de mim mesmo. Ou posso me concentrar nas vantagens da situação e procurar ativamente em como fazer essa situação me beneficiar.

A forma liberadora de pensar

Em todas as fases da vida, nós temos escolhas de como somos afetados pelos eventos. Não é o evento em si que nos afeta emocionalmente. O que nos afeta é a forma como reagimos ao evento.

Ressignificação é a arte de escolher ativamente a nossa reação. Significa que não nos arrependemos nem nos ressentimos.

É preciso um pouco de prática para adquirir o hábito da ressignificação. Mas basta olhar para as alternativas! E então decidir que é hora de se liberar da tendência tão demasiadamente comum de ser uma vítima das circunstâncias…

Ressignifique! Ressignifique! Ressignifique!

Reg Connolly é Trainer Certificado e Master Practitioner de PNL, treinador de administração e de vendas.

O artigo “Reframe! Reframe! Reframe!” está no site Pegasus NLP Training

Tradução JVF, direitos da tradução reservados.”

Publicado em Uncategorized | Deixe um comentário

Lembrete da véspera do domingo de Páscoa

Acordo com uma preguiça 💤Pego a Biblia. Abro de modo aleatório. Está escrito:”pag.864-Eclesiástico 10-26:Humildade na simplicidade  – Não se considere sábio ao realizar o seu trabalho, e não se glorie no tempo da necessidade. É melhor uma pessoa que trabalha e tem tudo em abundância,  do que alguém que se gloria e tem falta de alimento. Meu filho, conserve sua honra com modestia, e saiba apreciar o justo valor que você tem. Quem dará razão àquele que prejudica a si mesmo? Quem estimará aquele que menospreza a si próprio?  O pobre é honrado por seu saber, e o rico por suas riquezas. Quem é honrado na pobreza mais ainda o será na riqueza. Quem é desprezado na riqueza mais ainda o será na pobreza.”🐬

Publicado em Uncategorized | Deixe um comentário

Magia

Não me pergunte, não saberia responder. (clique para uma viagem inspiradora)

O que significa MAGIA? Não sei. Já ouvi falar. Seria mais ou menos uma coisa assim:

20160313_230721 Um Jacu pousou na varanda de um Hotel que estávamos visitando, e onde resolvemos almoçar.

Claro, peguei a máquina para registrar a cena, afinal, já eram 3 aves pousadas no parapeito. Pensei, vou compor uma foto artística, afinal o astral do Hotel é ótimo, sentíamos bons fluidos em todos os cantos que visitamos, incluindo ai os membros das Equipes: povo bonito sô! Atenciosos, afetuosos, gentis, bem preparados para mostrar com entusiasmo as alas do Hotel.

Dei zoom, enquadrei, cliquei…e vejam o resultado. Não se trata de um Jacu treinado, muito menos dado a vaidades, quero ressaltar. É selvagem mesmo! E ainda há um vidro entre nós, e a distancia era de mais ou menos 9 metros. Será Ele representante de um Mago? Não sei, só sei que isso é MAGIA.

Vocês sabiam que o Jacu se arrepia como a pavão? Eu não sabia. Não sabia, também, que fazer 60 anos seria tão bom. Que receberia diversos presentes de Deus (verdade acreditem: presentes Divinos). Eu os recebi na semana do meu aniversário de 60 aninhos. Se soubesse que ia ser tão bom, entrar para a 3ª Idade, já teria entrado a muito tempo.

Obrigado: São Lourenço, com seu Parque das Águas e Balneário cheios de MAGIA;

Obrigado: FORD por produzir um carro pra mim kkkkkkk;

Obrigado: Ana Bacelar, amiga do peito;

Obrigado: Cassio, por me mostrar caminhos inimagináveis para acordar de um sonho;

Obrigado: Rosane, por me dar a chance de ser seu amigo, a essa altura do campeonato;

Obrigado: Natureza, por nos dar a Serra da Mantiqueira com seu Maciço do Itatiaia; pela Serra do Mar e sua Mata Atlântica;

Obrigado: Dr. Felipe, urologista e Dra. Amanda, geriatra, ambos de Juiz de Fora.

E em especial, Obrigado Deus: por articular tudo isso e me dar de presente na semana do meu aniversário sexagenário! VIVA A MAGIA DA VIDA! Eu acredito de fato na MAGIA.

Cliquem e curtam, porque saudade não tem idade!

Lembranças que trazem a tona os pontos. Clique se Você tem 60 anos.

Nota: Prestem atenção naqueles que usam da magia para se promoverem.

Publicado em FiloSorfando, Uncategorized | Deixe um comentário