FOTOGRAFIA

FOTOGRAFIA É UMA ATIVIDADE DIVERTIDA. É FEITA PARA REGISTRAR LEMBRANÇAS E COMUNICAR NOSSAS IDÉIAS E PENSAMENTOS, E É A ÚNICA EM SUA CAPACIDADE, CAPAZ DE CONGELAR PARA SEMPRE UM DETERMINADO INSTANTE DO TEMPO. É ISSO, TALVEZ, QUE LHE CONFERE UM ENCANTO UNIVERSAL.

 

“FOTO” EM GREGO, SIGNIFICA LUZ E “GRAFIA” SIGNIFICA ESCRITA, PORTANTO “FOTOGRAFIA” QUER DIZER “ESCRITA DE LUZ”.

TUDO NA FOTOGRAFIA É UMA QUESTÃO DE LUZ. UMA ESCRITA EM UMA CAIXA PRETA, A IMAGEM COM A LUZ DA SITUAÇÃO AMBIENTAL, QUE SE FORMARÁ NO NEGATIVO.

A FOTOGRAFIA, ASSIM COMO A MÚSICA, É UMA ARTE UNIVERSAL QUE TRANSMITE SUAS MENSAGENS COM MAIOR FORÇA E DE MODO MAIS DIRETO QUE AS PALAVRAS.

TAMBÉM JÁ DISSERAM QUE “UMA IMAGEM VALE MAIS DO QUE MIL PALAVRAS”.

A PRINCÍPIO, PARECE UMA TAREFA BANAL, JÁ QUE O ATO DE FOTOGRAFAR É MECÂNICO E SEU REGISTRO DURA, GERALMENTE, UMA MERA FRAÇÃO DE SEGUNDOS.

É FÁCIL OBSERVAR QUANDO UM FOTÓGRAFO TRABALHA, É ELE QUEM ESTÁ TIRANDO FOTOS, NÃO SUA MÁQUINA.

O ATO DE FOTOGRAFAR IMPLICA EM SELECIONAR TEMAS, DECIDIR RECORTES, ESCOLHER PONTOS DE VISTA E APERTAR O DISPARADOR NUM MOMENTO EXATO.

EM GERAL, TUDO ISSO É FEITO MUITO RAPIDAMENTE, PORÉM NÃO PODEMOS ESQUECER QUE TODA A HISTÓRIA DE VIDA É REQUISITADA, TODOS OS QUADROS QUE O FOTÓGRAFO JÁ VIU, OS FILMES QUE JÁ ASSISTIU, OS GOSTOS PESSOAIS, A MODA, AS CAPAS DE DISCO QUE GOSTA, A TV… ENFIM, TUDO QUE O FOTÓGRAFO VIU ESTÁ ARMAZENADO EM SEU INCONSCIENTE. TODO SEU PASSADO ACABA SE RESUMINDO NUMA ESPÉCIE DE ESTÉTICA PESSOAL E SERÁ SEMPRE UMA REFERÊNCIA PARA FUTUROS TRABALHOS.

FOTOGRAFIA É UMA ARTE. FOTOGRAFAR NÃO É OLHAR O MUNDO ATRAVÉS DE UM BURACO NA FECHADURA. NAS RUAS, NA PRAÇA, NO CAMPO ABERTO NÃO EXISTE BURACO DE FECHADURA. O FOTÓGRAFO QUASE NUNCA ESTÁ FOTOGRAFANDO SECRETAMENTE. DE ALGUMA FORMA, ELE ESTÁ INTERAGINDO, ESTÁ DE ALGUMA MANEIRA INTERFERINDO. POR VEZES, ELE ESTÁ MESMO FERINDO.

UMA BOA FOTOGRAFIA É O RESULTADO DE ALIAR ESTÉTICA E COMPOSIÇÃO. DEPOIS DE ASSIMILADA, ELAS SE INCORPORAM AO OLHAR.

ADICIONADO À TUDO ISSO, CRIATIVIDADE E DESTREZA E EM UM CLIQUE.

Existem momentos na vida que são para sempre. E merecem ser registrados.” Marina Alves – Jornal Pampulha 11 a 17 de abril de 2009

Anúncios

Sobre Sabino

Aproximei pelo que vi, permaneci, ou não, pelo que descobri.
Esse post foi publicado em Arte. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s