Segundo dia no Caraça – 10-09-2011

Quinta-feira, 10-09-2011
Acordamos, céu nublado, montanhas encobertas por nuvens pesadas. Chuva na certa! Mas São Pedro é nosso sócio, sei que Ele vai entender nossas necessidades e colaborar. De qualquer maneira o que vier do céu será bem vindo, afinal, fazemos parte do ciclo natural.
Descemos para tomar café, um delicioso café da manhã. Nos corredores de acesso ao salão demos de cara com dois belos pavões. As aves pareceram não se importar com nossa presença, e logo se fizeram de sonsas e postaram para fotografias.
Ficamos alegres com a presença dos nossos companheiros, sim, não havia ninguém hospedado naquele enorme casarão. Mesa posta para dois, com tudo que temos direito. Bolo caseiro, leite e queijo da fazenda, biscoitos, frutas deliciosas, suco natural etc. Como o simples pode ser um luxo! Ficamos ansiosos para conhecer o autor de mugidos fortes e constantes, verdadeiros estrondos. Saciados novamente, logo de manhã cedo. Que privilégio. Cada um agradece a Deus ao seu modo, e partimos para nossa segunda excursão no Caraça: taboões, piscina e se o tempo colaborar a Cascatinha. Patricia, a Diretora, diz que não vou poder dormir depois do almoço. Até torço para chover muito, ai poderei fazer a sesta conforme os ensinamentos divinos (rsrsrsrs).
As nuvens pesadas vão passando em direção ao Santuário, e o tempo aqui em baixo melhorando. Pegamos a estradinha de terra rumo aos nossos destinos, claro parando para fotografar, filmar, gravar os sons. Fixar a paisagem nas nossas mentes. O som do carro, que tinha estragado, volta a funcionar!!!

Chegamos ao Taboões, estacionamos o carro na beira da estrada e seguimos por uma pequena trilha. Caminhada tranqüila apesar de alguns pontos de alagamento por causa das chuvas constantes, mas que Pe. Maurício já tinha nos alertado. Uma aventura leve para testar os ânimos. Um teste para aquecer a vontade de “conquistar” os objetivos pretendidos. Flores silvestre por todo caminho. Coloridas, de todas as formas, claro, um prato cheio para o meu jardim no Flickr “Uma flor é muito mais que uma simples forma elegante. Nela encontram-se tesouros inimagináveis, que podem estimular o pensamento.
De repente, no nosso caminho, avistada pela Patrícia (claro ela estava na frente!!!), meu sonho de consumo “herbárico”: uma enorme sempre-viva, a planta em extinção da Serra do Espinhaço (Serra do Cipó). Que nem menino quando ganha o presente dos seus sonhos esqueci dos Taboões e comecei a fotografá-la como a um troféu. A inocência da infância aflora! Tem que ter muita paciência nessas horas com a atitude egoista do artísta. Mas Eu estava feliz demais diante daquela maravilha da Natureza. Depois encontraríamos outros exemplares, mas Eu não sabia. Seguimos para o Taboões. A trilha se divide e fomos pela que conhecia, à esquerda. Porém, ao chegar nas corredeiras só deu para registrar o enorme volume de água (a distância). Não tinha um lugar para ficar apreciando. Fotografei para registrar e resolvemos voltar para pega a trilha da direita e ver onde ia dar. Dois aventureiros de plantão. Não é que fomos novamente presenteados? Chegamos num lugar esculpido pelas águas do ferruginoso Rio Caraça. Um poço de águas cor de cobre, translúcidas e calmas. Pedras para sentar. O som? Só nossas vozes e o produzido pela corredeira.
Paramos um tempo para meditar, contemplar, prozear, fotografar, registrar em nossas mentes aquela paisagem. Emoldurar na memória aquele momento divino. Um lugar daquele só nosso!!! Deve ser horrível cheio de gente, pensamos de maneira egoísta. Sabemos que esse lugar deve ser respeitado, preservado e compartilhado com outros seres humanos.
O sol aparece, as nuvens continuam indo embora, já podemos ver o azul do céu. A vontade é ficar mais, mas o desejo de conhecer outros atrativos é maior. Aproveitamos que o tempo melhorou e seguimos “viagem pelas terras do Caraça”. Fomos para a piscina. Detalhe: não entramos nas águas nenhuma vez! Não fomos preparados para isso. Afinal o tempo estava indicando tempestade, mas como muda rápido lá! Aprendemos isso.
O tempo melhorou consideravelmente, mesmo assim, sentamos na borda da piscina para colocar os pés naquelas águas geladas e abençoadas. Sensação boa! Um banho na Alma. Conversamos, conversamos, conversamos…De repente lembramos que existem horários, que precisamos nos alimentar, beber água. Consultamos as horas: são 12:06. Sinal que ainda estamos intoxicados pelas necessidades e regras humanas neuro-básicas. Na verdade estou com fome, e lembrar da culinária do Caraça atiça meu apetite.
Uma observação: ao se embrenharem na mata, observem as árvores e a presença das enormes caixas de marimbondo. Eles não vão te perdoar se os incomodar. Afinal de contas é território deles!
Fomos almoçar. Choveu muito durante e depois do almoço, aproveitamos para visitar o Centro de Apoio ao Turista, assistir o filme sobre o Parque Natural do Caraça, pedir orientações aos Monitores sobre passeios, etc. O tempo melhorou, fomos para a Cascatinha. As imagens ficaram gravadas na nossa mente apenas. Para variar a bateria da máquina fotográfica desgarregou toda. Droga!!! Deixamos de regitrar a nuvem de borboletas amarelas, o macaco prego que veio nos saldar e fazer graça nos galhos das árvores e um tremendo arco-íris (de ponta a ponta) bem do nosso lado. Uma imagem inesquecível. Fiquem com as imagens e a música do vídeo abaixo, que retrata muito bem nossa experiência:

Anúncios

Sobre Sabino

Aproximei pelo que vi, permaneci, ou não, pelo que descobri.
Esse post foi publicado em Arte e marcado . Guardar link permanente.

3 respostas para Segundo dia no Caraça – 10-09-2011

  1. path disse:

    Força e Luz para a continuidade desse trabalho tão dedicado vc merece destaque a qualidade de sua organização a competência e clareza de seus objetivos e sobretudo dos valores culturais de nosso país. Parabéns
    Beijos no coração

  2. path disse:

    Da uma saudade

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s