Golfinhos na Ilha do Mel, Paraná/BR

A Ilha do Mel causou decepção pelo seu receptivo ao Turista. Estruturas simples com preços de Ilha do Caribe. Agora uma atração interessante é dar a volta na Ilha e apreciar a Fortaleza de Nossa Senhora dos Prazeres (1767/1969) onde é possível conhecer uma trincheira, isso mesmo, uma trincheira de verdade, construída pela Marinha do Brasil, com vistas a defender nosso País de possíveis invasores. Os canhões são de 1910! Apresentam-se bastantes enferrujados, notamos um certo descaso na conservação do local.

Trincheira

Canhões

“Administradores” da Ilha façam uma visita à Ilha Grande no Estado do Rio de Janeiro e, assim, aprimorarem seus serviços, que deixam bastante a desejar, apesar da boa vontade dos Nativos. A proposta da Ilha é interessante, e tem potencial. O custo/benefício da visitação pesa para o prejuízo e frustração das expectativas. Abelhudos, vamos rever os valores!
Ambientalistas de plantão: prestem atenção no saneamento básico da Ilha e nas fossas.
Maior atenção na Segurança Alimentar dos comensais!
Vamos defender com garra, aproveitando a infra armamentística, e defender os interesses do Cidadão Brasileiro.

Mira no alvo!

Anúncios

Sobre Sabino

Aproximei pelo que vi, permaneci, ou não, pelo que descobri.
Esse post foi publicado em Viagens. Bookmark o link permanente.

2 respostas para Golfinhos na Ilha do Mel, Paraná/BR

  1. maria cristina trindade disse:

    Fernando, não deixo de acompanhá-lo! E agora, em que pedaço do Brasil você se estabeleceu?? Um abraço saudoso e fique com Deus!

    • Sabino disse:

      Ei Cristina, que satisfação saber que tenho uma leitora que acompanha meus devaneios. Continuo na beira do fim de mundo, ajudando a construir a maior Usina Hidrelétrica do Brasil. Tiro horas de folga para conhecer as belezas desse nosso País e desbravar seus atrativos turísticos. De vez em quando esbarro numa bobagem feito a Ilha do Mel, fruto de um desejo de juventude. Mas como adoro viajar de carro, conhecer a Règis Bittencourt , Curitiba, a Estrada da Graciosa, Morretes e sua estrada de ferro cravada na Serra do Mar valeu a pena mais essa aventura. Grande abraço. Quanto a Deus, este está sempre presente em nossos corações e seus anjos continuam brincalhões. Adoro!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s